Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(em) Amena Cavaqueira

...de amigos, para amigos e com amigos

(em) Amena Cavaqueira

...de amigos, para amigos e com amigos

tesourinho deprimente

No café...

 

Pedro:

- Sabes o que ando a ver no RTP Memória?

 

eu:

- Sei lá, os campeonatos ganhos pelo Sporting?

(atenção que só EU posso gozar com o MEU Sporting, okapa?!)

 

Pedro:

- Pois, nem te passa pela cabeça..., o "Com a Verdade M`enganas".

 

eu:

- Está lá a passar o concurso?

 

Pedro:

- É verdade, e não perco um a ver se te vejo.

 

eu:

- Uuuui, tesourinho deprimente esse. Isso foi quando, pr`aí em 90 e poucos...?

(tinha eu +/- 25 anos, bolas! )

 

Pedro:

- Ya, mas até agora, ainda nada.

 

eu:

- Deixa estar que também não perdes nada com isso.

 

Pedro:

- Lembras-te da "cena" das cabras a pastar em cima das árvores lá em Marrocos?

(a "cena" das cabras foi quando, coloquei a questão na rúbrica "verdade ou mentira", no concurso. Tínhamos ído de férias a Marrocos, eu o Pedro e mais dois outros amigos. Um deles já não se encontra entre nós... SAUDADE, GRANDE NUNO!!!)

 

eu:

- Se me lembro...! Mas já agora, deixa ver se descubro o vídeo no YouTube...

 

E para mal dos meus pecados, não é que o descobri?!

 

vídeo tirado do YouTube

 

O vídeo está com pouca qualidade (em todos os sentidos), e AINDA BEM!!!

do "best"

Anúncio FABULOSO da multinacional americana Walmart (passo igualmente a publicidade) com os mais icónicos carros do pequeno e do grande ecrã com o slogan...

 

"Obtenha as suas compras sem sair do seu carro. Faça o pedido online e pegue as suas compras gratuitamente."

 

vídeo tirado daquí

 

Estão lá (quase) todos.

Do super carro do Batman ao carocha do Transformer Bumblebee, a Mutt Cutts (provavelmente a carrinha mais "fofa" do cinema), passando pela ambulância do Ghost Buster`s com o incontornável Slime, o carro dos Flintstones, o Jeep do Jurassic Park, o KITT d'O Justiceiro Michael Knight, o DeLorean do Regresso ao Futuro e a Mystery Machine do Scooby Doo... Ah! Não esquecendo a carruagem da Cinderela!

 

Vale a pena ver.

perturbador

Que os fãs e os próprios Disturbed me perdoem.

 

Quando descobri este vídeo tinha já 495 401 715 visualizações, "portantos" ou aumentaram exponencialmente de um dia para o outro ou o vídeo tinha já um tempinho...

 

 

Como já devem ter-se apercebido, trata-se de uma cover do clássico The Sound of Silence - Paul Simon & Art Garfunkel, de 1964 e... está BRUTAL! (digo eu!)

 

Achei que devia partilhar.

 

ENJOY!

 

barómetro humano

baróme.jpg

Sempre nos habituámos a ouvir os mais velhos dizerem: - Ah, a dor que eu tenho neste joelho, cheira-me que vamos ter trovoada! - ou ainda - Estas dores nas costas estão-me a matar, este verão vai ser rigoroso! E todos estes "dizeres" nos faziam rir quando novos. Agora, que de uma forma ou de outra, a idade nos começa  a atormentar e que passámos a ser nós os barómetros do tempo a coisa já muda de figura.

 

Falo por mim, claro! Sinto-me cada vez mais sintonizado com o clima, só ainda não comecei a olhar para o céu para adivinhar que tempo irá fazer no(s) próximo(s) dia(s), qual guru da meteorologia ou bruxo das intempéries.

 

Hoje em dia tudo no meu corpo se encontra diferente ou age de modo diferente (para as mentes mais perversas continuo a referir-me às reacções ao clima, okapa!? ), tudo me parece doer, e o pior de tudo, durante mais tempo (como disse alguém "estou na idade do Condor, com dor aqui, com dor ali...). As minhas articulações começam também a ranger por todo o lado, é uma questão de "ómidade", é o que é...!

Podia até dizer que estou a chegar a um ponto que até o cabelo me dói mas, nem é sequer o caso, porque até esse escasseia.

 

Raios!

(atenção, isto não é uma previsão meteorológica )

até sempre...

É uma cadela adorada por nós e por todos os que a conhecem, e sei garantidamente, que quando chegar o seu dia, nos deixará um grande vazio no coração!

 

A Paula foi ontem ao veterinário levar a nossa Missanga para "dormir".

 

Acreditem que, para quem tem animais de estimação, a pior coisa em ter um é despedir-nos dele quando é chegada a sua hora.

Outrora expressaria o meu sentimento para com um qualquer animal doméstico com uma quase indiferença ou então pelo interesse que só um programa de televisão me poderia dar. E os animais que os meus amigos tinham, esses mais cedo ou mais tarde, voltariam para SUAS casas e eu não teria sequer de pensar em os ir passear debaixo de vento, chuva ou frio.

Que tolos, pensava eu!

 

Depois conheci a Paula e a Carlota com os seus animais (na altura, quatro gatos e uma cadela) e a minha indiferença e egoísmo passaram para uma admiração e amor quase incondicionais, digo "quase" porque o meu gosto por gatos continua muito reservado.

 

A Missanga vinha esperar-me todos os dias à porta de casa quando voltava do trabalho. O seu amor por nós (mais pela Paula e Carlota, por razões óbvias) era diametralmente oposto ao seu mau feitio para com os outros, mais com animais do que com outras pessoas.

 

17951722_10208787903323584_3319067675659542897_n.j

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome: MISSANGA

Raça: (quase) “Westie”

Idade: 17 anos

 

 

 

Paula e Miguel (no Facebook):

 

"A minha Missanga partiu hoje. É mais uma estrelinha no céu"

 

"A Nossa Missanga foi para um sítio melhor, onde pode correr como gostava e ser feliz como só ela era, onde decerto terá todas as guloseimas que sempre gostou e onde pode dar largas ao seu feitiozinho sui generis como "mazenhinha" que era. Até sempre Missanga e muita luz para ti..."

 

 

Pág. 1/2